sábado

Post egoísta

   Às vezes parece-me que estou só no mundo, que tenho um mundo só para mim, ou que estou completamente em órbita fora de um!!! Assim ponho-me a fingir (palavra bruta!), que é como se estivesse a imaginar, mas numa versão muito menos romântica e fantasiosa... depois de ser bombardeada constantemente com doses industrias da realidade, é difícil manter a leveza de um sorriso quando mais sê-lo sincero!
   Eu tento... palavra que sim, tento fazer o melhor que posso, que sei, e que não posso nem sei!!! Esforço-me por tentar agradar, ir de encontro às expectativas, satisfazer os egos, ser ouvinte, cúmplice, ser uma extremosa mãe e dona de casa, a parte da mulher está guardada, não sei o que fazer com ela!!! 
   Uma coisa que pode parecer estúpida para quem não entende.... eu preciso mesmo de ir arranjar o sobrolho, tirar uns pêlos das sobrancelhas, não o sou capaz de fazer sózinha, tenho medo de fazer asneira e então aí é que nem olho mesmo para o espelho... já deve ter saudades com certeza, o cabelo é lavar, pentear, um rabo de cavalo e está despachado, o lavar a cara e os dentes é o máximo de tempo que estou de frente para ele, e mesmo assim tem de ser a correr... 
   Tenho saudades de tomar banho... um banho mesmo, daqueles relaxantes, merecidos e energizantes, quero ter o direito às velas e à paragem do tempo... mas não!!! Vá lá um duche "num instante" e uma esfregadela no cabelo... que agora lhe dá para cair, as unhas começam a acusar falta de cálcio e os meus ossos devem de andar a conversar com elas. Um suplemento vitamínico não era mal pensado, mas antes de isso ainda tinha de se comprar o medicamento da tensão que se está a acabar... ah, e uma panela de pressão e uma forma para bolos...
   Sabem qual é o maior e fútil prazer que tenho neste momento? Bolachas Maria mergulhadas em leite com café durante a madrugada... Um pequeno vício, um escape, por assim dizer, que ainda me é permitido... ainda...
   Neste mundo, se fosse eu a mandar, ía mudar estes óculos... podia ser que visse as coisas de outra forma. Arranjava os dentes e talvez sorrisse mais, tendo ou não motivos... Talvez começasse a frequentar um ginásio para ficar em forma... e de bom humor. Comprava umas roupas novas e doava todas as que tenho agora, livrava-me das memórias que tenho delas e alimentava o meu ego, para variar. 
   E na mesma onda comprava sapatos, sabiam que só tenho um par de sabrinas dos chineses, 2 pares de ténis, 2 pares de chinelos de andar em casa e sandálias de tacão que não devo de usar nunca mais, e um par de pantufas em 2ª mão, pé ou whatever... fantástico, não é?! :-/ Se não fosse sonhar demasiado, gostava de arranjar emprego, mas daqueles que nos dão farda e calçado... curiosamente nunca dei por mim a pensar nisto, senão agora!
   Ouvir música, ver um filme, ler um livro... em paz e sossego... onde, quando e como!? Já agora, neste mundo de que vos escrevo, os almoços e jantares que sejam confeccionados por autênticos "chefs" e eu não tivesse sequer de entrar na cozinha, excepto por minha livre vontade e quando a inspiração me chamásse e só ela! Os pequenos almoços levados à cama e que incluíssem fruta fresca sem eu a ter de a descascar, torradas (pouco) barradas com manteiga e mel, sem côdea e ainda quentes, ovos mexidos com salsichas, leite com café na medida que eu gosto e sem ter de rectificar o adoçante... isso é que era!
  Sabem do que mais tenho saudades?! De dançar! Do principio ao fim do baile, sem parar a não se para beber água ou ir à casa de banho sem me cansar. De um belo passodoble ou de uma valsa, e rodar!!! Ahhh...

Já não escrevo mais... O meu mundo colapsou...

5 comentários:

  1. Oi Paulinha que legal teu desbafo, mas tbm passei p isso e te digo que é uma fase e vai passar rapidinho. Tenha fé. Abraços e bjus nos pimpolhos! Força, pq os amanhãs sempre são novos e com eles novas perspectivas!

    ResponderEliminar
  2. Minha querida não considero nada do que descreves como sendo um post egoista! Pelo contrário, és mãe, és esposa, és dona de casa e infelizmente desempregada. Tens um filho especial e um bebé lindo! Mas acima de tudo és MULHER e como eu te compreendo... Ter um tempo só para nós nem que seja só para estar esticada no sofá sem fazer nenhum, não é ser egoista... ainda estamos vivas e também precisamos e merecemos de um tempo só nosso, nem que seja fazer algo como ir tirar o raio dos pêlos (que não os queremos para nada!) O dia a dia é uma loucura com tantos afazeres, tenta ver se consegues que alguém te fiquei com o bebé e faz algo por ti...se não amiga...esgotas...
    Beijos e tudo de bom!!!

    ResponderEliminar
  3. És uma recém mamã...está tudo dito. Abraço em ti.

    ResponderEliminar
  4. só vi agora, que raio se passou Paula????
    estás a assustar-me!
    precisas de alguma coisa? nem que seja só falar?
    beijos e tem calma

    ResponderEliminar
  5. Ola Paulinha,
    Obrigada pela visita ao meu blog, de facto a tela de fotos é muito facil de fazer e fica muito gira.
    Eu tambem tenho um anjinho Gabriel de quase 6 anos e um Martim de 15 meses.
    Parabens pelos seus filhotes lindos!
    bjs

    ResponderEliminar

Deixem o rato de lado e escrevam-me, ok!?