quinta-feira

Chegámos à Páscoa!

Bom dia e uma feliz Páscoa a todos(as)! 
Não abusem das amêndoas e ovos de chocolate, mas se puderem não prescindam deles! Faz parte! Nunca percebi bem a ideia do coelho da páscoa e os ovos de chocolate, o que é uma coisa tem a ver com a outra, se alguém souber que me explique! Os coelhos não põem ovos e muito menos de chocolate... Os pintos são mais queridos, fofinhos e tal (ok, aqui a malta do brasil vai rir...) e acho-lhes mais piada que os coelhos! É que nem imaginam a confusão que isto me fazia quando era pequenita, mas quando começava a receber os ovos de chocolate com surpresa, depressa esquecia isso tudo!  E as amêndoas?! Hummm... o meu avô costumava oferecer-me um cestinho com amêndoas decoradas com açúcar, eram as que duravam mais tempo... tinha até pena de as comer, tão lindas!  Já as de chocolate.... eram as primeiras! Apesar disso, as melhores lembranças que tenho da Páscoa, são as idas ao campo para comer o borrego, aquilo é que era! Para mim ainda era melhor que o Natal! Era uma excursão de família (que na altura era bem maior), uma data de carros carregadíssimos até ao local, que diferia a cada ano, cada um levava a sua parte, mas aquilo funcionava na perfeição, nunca faltava nada! As crianças eram isso mesmo... crianças, e brincávamos "à vontade", subíamos às rochas e às árvores, pescávamos nas barragens, corríamos à nossa vontade, de ramos e pedras inventávamos brincadeiras, se nos lembrássemos lá íamos buscar as cordas e os elásticos, e dos pratos de piquenique fazíamos discos voadores! Sentados no chão comíamos, todos reunidos, a melhor refeição de todas, com o gosto do campo! Aquele ar, todos os aromas... era maravilhoso! Não haviam telemóveis a tocar, os relógios saiam dos pulsos mal começava a azáfama, e os adultos voltavam a ser crianças depois daquela "trabalheira" toda, tinham tempo para nós e para eles... recarregavam as energias. Tivemos tanta sorte! 
E andava numa de memórias, quando dei por mim a pensar que em Setembro passado, quando a gravidez foi confirmada, nos pusemos a fazer contas e que com o passar do tempo, os pareceres médicos apontavam a data do parto para este fim de semana... quer-me cá parecer que vai passar... o teimosinho mais novo deve trocar as voltas ao pessoal, que anda todo ansioso a querer conhecê-lo. E daí... não  sei... a tensão tem tido uns picos mais altos e deixa-nos preocupados! Ontem fui à USF, mas mas valia ter ficado em casa! Solicitei na inscrição, uma consulta aberta com o médico de serviço e revelei as minhas queixas e receios, a administrativa falou com a enfermeira, que me chamou ao gabinete, falou comigo e (à 3ª ou 4ª tentativa, quando conseguiu atinar com o estetoscópio, o aparelho da tensão e com o silêncio imposto à sra. da limpeza com um sonoro "SHHH!") disse-me que a tensão estava boa, fui urinar para o copo, estava tudo bem (não tinha proteínas nem sangue) e encaminhou-me para a sala de tratamentos para voltar a medir a tensão daí a 10 minutos... que se transformaram em 2 horas e meia... abreviando a coisa... só chegou uma médica ao pé de mim para me mandar embora, não voltei a medir a tensão, apesar do nervosismo inevitável da espera já se ter instalado sem nunca ter feito barulho!!! Apenas porque sei que a adrenalina dispara e a tensão aí sobe mesmo!!! Não falto com a educação e naquele momento só penso em sair dali! E foi o que fiz! 
Em casa vou tentando manter a calma, estar serena, beber água e chá, andar distraída, descansar e dormir em paz, conto os movimentos do bebé, estou atenta a qualquer alteração minha ou dele, meço a tensão e aponto os valores... se voltar a ter valores altos, vou directamente às urgências com a tralha toda (a minha mala, o saco do bebé e a pasta onde tenho todos os exames e apontamentos relacionados com esta gravidez, cronologicamente organizados por separadores)... isto porque se a tensão se mantiver alta, e depois de fazer CTG, pode ser necessário provocar o parto para evitar o risco de (pré-)eclâmpsia, por isso mais vale jogar pelo seguro, estar preparada e... respirar fundo!

2 comentários:

  1. Ola Paulinha, feliz Páscoa, p todos vcs e q o bebe, venha a nascer saudável e no tempo certo, o dele, claro!
    Quanto aos simbolos, o coelho simboliza a fertilidade, a procriação. O ovo o nascimento p uma nova vida, no caso a ressurreição e o chocolate,este foi instituido pelo comercio para fins lucrativos, pq antigamente presenteava-se c ovos de galinha decorados,q passaram a ser confecciondos de chocolate. Então, serve essa explicação, amiguinha?
    Aqui no Brasil, a "malta" não ira rir de sua sugestão do pintinho, não! Todos temos nossas formas de pensar, né?!
    Aqui não temos habitos de comer amendoas, até pq somos um país tropical e nosso inverno chega só p meados de junho,e na páscoa estamos ainda no outono, q ainda é quente. Mas eu particularmente como amendoas coberta p glace o ano todo, claro q são importadas de países do oriente. Adoro!
    Feliz Páscoa!

    ResponderEliminar
  2. Olá Ziza! ;) Obrigado pela explicação, tem lógica, sim senhora... Agora fiquei a pensar nos ovos pintados. Talvez decore alguns com o Dé, é uma excelente ideia! :D Beijos!

    ResponderEliminar

Deixem o rato de lado e escrevam-me, ok!?