segunda-feira

Oh yeah!!! ;-)

Agora estamos bem melhor...
O pequenote perdeu mais peso do que se previa, e andou aflito com as cólicas, não mamava bem e não dormia melhor... começámos a dar-lhe Colimil ao longo do dia e noite, e o Aero-Om quando a coisa se agravava, o pai encontrou uma posição em que o piolhito ficava confortável e conseguia expelir os gases que entretanto se acumulavam nos intestinos, as fraldas estavam quase sempre limpas e secas... ficámos preocupados e depois de consultados pelo médico e enfermeira da família passou a beber 30 ml de suplemento de Aptamil Confort depois da mama (que pega melhor, mas ainda assim tenho de usar os tais mamilos de silicone) e notamos que o apetite aumentou, as cólicas practicamente deixaram de existir, arrota bem e dorme que nem o anjinho que é! O umbigo secou e caiu na semana passada, adora o banho e fica muito alerta! O mano adora pegá-lo ao colo, dar-lhe os bons dias, boas tardes e boas noites como só ele o sabe fazer, é muito cuidadoso e tem miminhos inesgotáveis, como lhe é característico! :-) O papá tem sido excelente, e tenho de o gabar bastante, a sério! Sou a Mulher mais feliz do Mundo, tenho uma família fantástica e um Homem maravilhoso comigo, o grande apoio destas aventuras, a força que preciso, mesmo quando não sinto falta e o Pai que sonhei para os meus filhos!

Ah... e como excelente Mãe que sou, só uma notinha de rodapé... retirei os agrafos alternados em dois dias, depois disso colocaram-me steril-strips ao longo da costura porque os pontos não estavam a cicatrizar devidamente, continuo a usar a cinta que me proporciona um conforto extra, ainda assim não devo dobrar-me ou fazer nada de extraordinário para ver se isto fica em condições e recupero rápida e eficazmente, a tensão está na mesma... o que já não é pior! O Anjo Maior é que supervisiona a minha alimentação, para ver se o leite é da melhor qualidade e evitar a minha prisão de ventre, que foi uma grande chatice! Aproveitei este bocadinho que o moço está a dormir, mas parece-me que vou ter de ir comer alguma coisa antes que ele acorde!

Beijocas para o Mundo!

E ela voltou ao blog!

OLÁ MUNDO!!!!
Como já sabem, recebi o maior prémio, a maior graça que existe e finalmente tenho nos braços o Gabriel de um lado e o Dé do outro, os dois anjinhos cá da casa! ;-) Já sei que o Anjo Maior voltou ao Facebook e deixou lá "babadas" as fotos que tirou aos nossos pequenos, só ontem é que consegui ler os comentários fantásticos que lá escreveram, emocionei-me com tanto carinho, votos de saúde e apoio e para agradecer e satisfazer a vossa curiosidade cá vai:
Começando pelo princípio - o dia do parto - às 7:30h de 2ª feira, lá estávamos nós, ansiosos e expectantes para uma cesariana que iria por termo a uma gravidez que teimava em se prolongar... e esperámos... depois da admissão, do CTG (nem sinal de contracções, last chance...) e dos preparativos da praxe, fui para o bloco de partos para levar a epidural. E não é que a tensão baixou?! Fogo!!! Senti-me mal e a anestesia teve de ser administrada comigo deitada! Fiquei nervosa, não queria perder o nascimento do menino!!! Foi remédio santo! A tensão voltou a subir! Aguardámos que a equipa ficásse completa e a partir daí foi respirar fundo e manter a calma...
Levantaram-me a cabeça e baixaram o pano que me impedia de ver todo o procedimento... e vi!!! Vi e foi lindo! O Gabriel a ser retirado da minha barriga, chorou e fez-me chorar também! Uma óptima surpresa, lembram-se do stress em que eu andava por me terem dito (por avaliação das ecos) que era um bebé de baixo peso?! Pois... 3,700 Kg de gente não me pareceu um peso baixo e 51 cm também é dose! Fiquei tão feliz, mas tão FELIZ!!! Disseram-me que eram 11h50m, mas no boletim puseram 11h40m... enfim... nem dei importância a mais nada! :-)
Depois levaram-no para o limpar e avaliar, mas esteve sempre debaixo d'olho e o rapaz fez logo um cocó para a inauguração e depois de vestido presenteou a equipa médica e de enfermagem com um esticar do dedo do meio, a que todos acharam piada... tal não é a gracinha... e não foi a 1ª vez que aconteceu! O Gabriel esteve em cima do meu peito o resto do tempo, enquanto acabavam de tratar, agrafar e etc... Estivemos sempre juntos! O pai encontrou-se connosco no recobro e foi um momento arrebatador... sem palavras!
Passámos uns dias no hospital, fiquei agradavelmente surpreendida com a minha recuperação... UAU! E era para ter tido alta na 4ª feira, mas por causa do raio da tensão arterial alta, tivemos de lá passar mais um dia... só por causa disso, mas antes ficar do que ter de lá voltar!
O pequenote está fantástico, fez o rastreio auditivo, o teste do pezinho, levou as vacinas e o pediatra ficou satisfeito, deu-lhe alta e voltámos para casa na 5ª feira à tarde com o imperativo REPOUSO TOTAL da obstetra (foi a mesma que me atendeu quando fiquei internada na semana anterior). Ok, ok!
Nisso invejem-me se quiserem, mas tenho O MELHOR Homem ao meu lado!
E o Dé? Mais uma vez me faltam as palavras, é delicioso vê-los juntos, o olhar embevecido do Dé diz tudo! É tão bom sentir o AMOR nesta casa, assim... dominante, ensurdecedor e em estado puro!


Quando tiver mais uns minutos volto, é que este post foi escrito, compreensivelmente, às prestações... ;-)

domingo

É oficial!

Estamos nas 41 semanas, e de amanhã não passa! 
Ainda vou a tempo de um cházito e umas torradinhas, depois disso só jejum! Amanhã às 8h lá estaremos! O pai renovou o stock de tabaco para queimar os últimos (malditos!) cigarros amanhã enquanto espera, depois ele diz que não volta a fumar... a ver vamos, eu acredito e faço figas! Eu estive a esterilizar as chuchas que o mano escolheu, para o caso de serem necessárias... não sou grande adepta do uso delas em recém-nascidos, mas pronto, também não pesam no saco! E o mano fica contente à mesma! 
Ele foi deitar-se agora, aliás, já dorme! Está eufórico e só pensa que quando sair das aulas já vai poder conhecer o mano... e o mais novo anda aqui aos pontapés à mesma, nem parece que sabe às quantas andamos! Tenho feito o repouso que o médico recomendou, e hoje até tive uma baixa de tensão, nada habitual! Mas tudo bem! 
Só um bo-ca-di-nho impaciente... coisa pouca ;-) Agradeço a todos(as) pelo apoio, carinho, mensagens de boa sorte e por todos os miminhos que me têm dado, especialmente nestes últimos tempos! 

Uma beijoca bem grande!
E agora vou então ao tal chá...

sexta-feira

Sentiram a minha falta?!

Digam lá a verdade, vá... Não tenho andado por aqui, estive no hospital...
A tensão estava demasiado alta, e não havia meio de a baixar, passei a tarde de 4ª feira assim, e nem a medicação parecia resultar, nem os exercícios respiratórios, nem o chá... surgiram as dores de cabeça, mais ou menos fortes...
Nessa noite dei entrada nas urgências, subi à obstetrícia, fiz análises, CTG e o o tal "toque". O Homem teve de levar as malas para cima, a partir daí estávamos perante a dúvida do trabalho de parto... e até à hora de almoço de ontem, estive internada para vigilância numa sala perto do bloco de partos, a análise acusou uma infecção urinária, e apesar de não acusar qualquer contracção no CTG, eu já tinha 1 dedo de dilatação, a terapêutica incluiu antibiótico e um medicamento para baixar a tensão, intravenoso, e estive em jejum (desde as 22h de 4ªfeira), para o caso de ter de se fazer a cesariana antes do previsto.
Fui depois para o internamento na ala da ginecologia obstétrica, depois de almoçar e fazer novo CTG... ainda fiz outro antes de dormir. O rapaz mexe-se muito e não gosta daquilo nem por nada, apesar de estar maior, parece que anda muito à vontade cá dentro e fugia do alcance do sensor, outras vezes dava com cada pontapé (ou murro) que aquilo até saía do sítio! Não foram poucas as vezes que as enfermeiras lá íam corrigir aquilo e só quando eu ficava a segurar o sensor de mão aberta é que o moço deixava fazer aquilo! Senti uma dorzinha incómoda, coisa pouca, na barriga e o rolhão de muco tem andado a sair... muito pouquinho. O que é normal, já viram às quantas andamos?! Está na hora!!!  Mas nada de desenvolvimentos no sentido do trabalho de parto...
À noite era um desassossego e não dormi grande coisa, o rapaz devia estar a estranhar aquilo tudo e esteve sempre em grande actividade... se bem que às tantas já estávamos ambos tão cansados que acabámos por adormecer. Hoje de manhã, estava mentalizada que só já saía dali depois de ter o bebé, e estive sempre calminha, bem disposta, tive as visitas do Anjo Maior, do Dé e da minha mãe, não me faltou nada e estava confortável. Tomei um duche, entretive-me a fazer uns Sudokus e esperei pela visita do médico.
Para minha surpresa, o dr. perguntou-me o que eu achava de vir passar o fim de semana a casa e dispensar aquele foco de infecções (eram mais as grávidas patológicas do que as mamãs que tinham tido bebés), sob condição de repouso absoluto, muita água e medicação (inclui antibiótico), como a tensão já tinha valores aceitáveis e perante aquela opinião que me pareceu bastante razoável, eu achei a ideia óptima e já vim almoçar a casa!
A ansiedade do Anjo Maior levou-o a deixar a casa num brilho! O Homem teve que se manter ocupado e foi o que fez, além disso quis que a nossa recepção fosse a melhor! O Dé teve uma surpresa quando chegou, mas claro que perguntou logo pelo mano! A conversa dele junto à barriga tenta convencer o mais novo a vir cá para fora!
Depois deste imprevisto, e se não houver mais surpresas, na 2º feira lá estaremos, às 8h da manhã, de malas prontas para ficar e dar lugar à cesariana.

Tinha saudades do ninho! :-) E agora temos que actualizar o stock de miminhos!

quarta-feira

Depois do CTG

Ontem já estava tão cansada que ao menos dormi melhor, só acordei uma vez e voltei a adormecer sem dificuldade alguma!... E as 40 semanas ficaram completas no sábado...

 Ontem, às 8,30h já estava no corredor do piso da maternidade, à espera de fazer o CTG... que fui fazer já depois das 10h, mas estive calminha, levei um lanche (mulher prevenida!) e tive os telemóveis desligados o tempo todo, para bem da minha tensão arterial, que tem andado "mais parva que o habitual" e com isto quero dizer mais alta! Depois voltei a ficar à espera que um dos médicos acabasse a cesariana, para me consultar, isto porque a médica que me foi atribuída pelo hospital, entrou de férias... Enfim, ainda de lá saí antes de almoço, e à tarde, na preparação para o parto, falei com a enfermeira, mostrei-lhe o exame e contei-lhe como correu a consulta (toque, eco, etc).
Não existem sinais de contracções, o bebé está bem, mas não gostou de fazer o ctg, estando eu de barriga para cima... dava com cada pontapé! Apesar de actualmente, já ter recuperado o peso (estou como estava antes de engravidar) o bebé não deve ter aumentado assim tanto. A indução do parto estava marcada para 3ª feira que vem, mas tendo em conta a subida de tensão arterial, o obstetra acha perigoso fazê-la nessas condições após a 41ª semana (faz domingo) e por isso, se não nascer entretanto por via natural, tenho de fazer um jejum e estar na 2ª feira (dia 16) às 8h da manhã no piso para uma cesariana! 
Claro que se a tensão teimar em estar alta, tiver qualquer sinal de parto, sentir alguma alteração nos movimentos do bebé ou algum incómodo de maior, é ir directamente para as urgências... e REPOUSO TOTAL!!! Mais ainda?!?

Ok... ontem ainda foi preciso ir a uma reunião na escola e hoje teria outra... mas já está tudo tratado por telemóvel, e depois desta manhã ir acabando com a bateria, já está tudo tratado e agora sim... posso repousar!

Vou mas é almoçar...

sábado

Novidades... novidades...



... só no outro lado, já dizia o anúncio...
 
O tempo não passa, ou antes... demora a passar! Reparo que aqui na aplicação que tenho no blog, a contagem decrescente já vai no "1 day to go" e embora saiba que as 40 semanas são apenas uma referência, é um facto que fico algo ansiosa por rever na livro da grávida e nos exames que fiz, a "data provável para o parto". Bolas, porque não é como antigamente?! Ansiava-se pelo mês e pronto! 
Assim, dou por mim a contar as semanas e o Dé até andava a contar os dias, com calma lá lhe tenho explicado que pode não ser dia 8 (amanhã!!!), mas que no máximo dia 17 esta cá fora... para ele a espera é algo abstracto no que trata a longos períodos de tempo... mesmo tratando-se de 1 ou 2 semanitas, para ele, no caso, é muito!... E para nós também começa a ser! 
Mas a parte melhor desta espera é mesmo receber os mimos, atenções e apoio destes últimos dias que antecedem o parto, sabe tão bem! Por um lado conforta-me, deixa-me muito feliz e sinto-me segura, por outro... aumenta um bocadinho a ansiedade e até há quem esteja a stressar a uma escala muito maior! 
Ouço coisas do género, "não podes estar sozinha em casa", "e se te acontece alguma coisa... e não consegues chegar à porta da rua para chamar alguém... ou ao telemóvel...", "e não deixes acabar as baterias dos telemóveis", "não convém andares por aí a conduzir", "não andes muito tempo de pé", "não feches a porta da casa de banho", "não estejas muito tempo ao fogão"...
Ok, eu até ando com os telemóveis no bolso do casaco, não o tiro nem para ir à casa de banho, só conduzo quando estritamente necessário para ir ao médico (por exemplo), de vez em quando lá venho esticar as pernas para o sofá e até ponho um almofadão debaixo delas para as elevar, bebo mais água (como recomendado) e controlo a tensão, vou ao wc a toda a hora, ultimamente nem tenho estado sozinha em casa, afinal  o Dé tem estado de férias e tem sido incansável, o Anjo Maior também só sai de casa para ir trabalhar (até vem almoçar a casa e estamos sempre em contacto) e... AAAAhhhhh............ não me stressem! FOGO!!!
Dá vontade de gritar: "Se sabia o que fazer aos 18, não hei-se saber o que fazer aos 30?!" 
Mas na verdade, tenho as minhas reservas em relação a essa frase... tem sido tudo tão diferente. Sem referir se melhor, pior, com mais ou menos disto ou daquilo... simplesmente diferente... porque EU estou diferente, principalmente! Mas claro, o grande TUDO que me rodeia também! 
Mas não exagerem, por favor!

quinta-feira

Chegámos à Páscoa!

Bom dia e uma feliz Páscoa a todos(as)! 
Não abusem das amêndoas e ovos de chocolate, mas se puderem não prescindam deles! Faz parte! Nunca percebi bem a ideia do coelho da páscoa e os ovos de chocolate, o que é uma coisa tem a ver com a outra, se alguém souber que me explique! Os coelhos não põem ovos e muito menos de chocolate... Os pintos são mais queridos, fofinhos e tal (ok, aqui a malta do brasil vai rir...) e acho-lhes mais piada que os coelhos! É que nem imaginam a confusão que isto me fazia quando era pequenita, mas quando começava a receber os ovos de chocolate com surpresa, depressa esquecia isso tudo!  E as amêndoas?! Hummm... o meu avô costumava oferecer-me um cestinho com amêndoas decoradas com açúcar, eram as que duravam mais tempo... tinha até pena de as comer, tão lindas!  Já as de chocolate.... eram as primeiras! Apesar disso, as melhores lembranças que tenho da Páscoa, são as idas ao campo para comer o borrego, aquilo é que era! Para mim ainda era melhor que o Natal! Era uma excursão de família (que na altura era bem maior), uma data de carros carregadíssimos até ao local, que diferia a cada ano, cada um levava a sua parte, mas aquilo funcionava na perfeição, nunca faltava nada! As crianças eram isso mesmo... crianças, e brincávamos "à vontade", subíamos às rochas e às árvores, pescávamos nas barragens, corríamos à nossa vontade, de ramos e pedras inventávamos brincadeiras, se nos lembrássemos lá íamos buscar as cordas e os elásticos, e dos pratos de piquenique fazíamos discos voadores! Sentados no chão comíamos, todos reunidos, a melhor refeição de todas, com o gosto do campo! Aquele ar, todos os aromas... era maravilhoso! Não haviam telemóveis a tocar, os relógios saiam dos pulsos mal começava a azáfama, e os adultos voltavam a ser crianças depois daquela "trabalheira" toda, tinham tempo para nós e para eles... recarregavam as energias. Tivemos tanta sorte! 
E andava numa de memórias, quando dei por mim a pensar que em Setembro passado, quando a gravidez foi confirmada, nos pusemos a fazer contas e que com o passar do tempo, os pareceres médicos apontavam a data do parto para este fim de semana... quer-me cá parecer que vai passar... o teimosinho mais novo deve trocar as voltas ao pessoal, que anda todo ansioso a querer conhecê-lo. E daí... não  sei... a tensão tem tido uns picos mais altos e deixa-nos preocupados! Ontem fui à USF, mas mas valia ter ficado em casa! Solicitei na inscrição, uma consulta aberta com o médico de serviço e revelei as minhas queixas e receios, a administrativa falou com a enfermeira, que me chamou ao gabinete, falou comigo e (à 3ª ou 4ª tentativa, quando conseguiu atinar com o estetoscópio, o aparelho da tensão e com o silêncio imposto à sra. da limpeza com um sonoro "SHHH!") disse-me que a tensão estava boa, fui urinar para o copo, estava tudo bem (não tinha proteínas nem sangue) e encaminhou-me para a sala de tratamentos para voltar a medir a tensão daí a 10 minutos... que se transformaram em 2 horas e meia... abreviando a coisa... só chegou uma médica ao pé de mim para me mandar embora, não voltei a medir a tensão, apesar do nervosismo inevitável da espera já se ter instalado sem nunca ter feito barulho!!! Apenas porque sei que a adrenalina dispara e a tensão aí sobe mesmo!!! Não falto com a educação e naquele momento só penso em sair dali! E foi o que fiz! 
Em casa vou tentando manter a calma, estar serena, beber água e chá, andar distraída, descansar e dormir em paz, conto os movimentos do bebé, estou atenta a qualquer alteração minha ou dele, meço a tensão e aponto os valores... se voltar a ter valores altos, vou directamente às urgências com a tralha toda (a minha mala, o saco do bebé e a pasta onde tenho todos os exames e apontamentos relacionados com esta gravidez, cronologicamente organizados por separadores)... isto porque se a tensão se mantiver alta, e depois de fazer CTG, pode ser necessário provocar o parto para evitar o risco de (pré-)eclâmpsia, por isso mais vale jogar pelo seguro, estar preparada e... respirar fundo!

segunda-feira

Já estamos nas 39 semanas... ainda ando "rija"! Mas não sei se foi de andar nas limpezas ontem que hoje me sinto assim... a modos que não sei como, incomodada será a palavra certa! A tensão tem andado mais baixa (leia-se normal!) mas esta manhã subiu um bocadito, depois de tomar um duche a ansiedade acalmou e a tensão regulou. A ansiedade dos últimos deve-se aos movimentos do pequenote... deve gostar de dormir e só começa a mexer a meio da manhã, mas à medida que se aproxima a hora do almoço, durante a tarde e especialmente à noite, os movimentos intensificam-se. Eu é que ando algo instável e tão depressa choro, como estou a rir, como me dá para me irritar com qualquer coisita... Ontem, numa conversa com o Anjo Maior, disse-lhe que desconfiava que o moço deve gostar tanto de aqui estar, que só deve sair na data limite, afinal de contas as 40 semanas são uma referência! Os tais 10 dias depois é que eu considero a "última da hora"... e dia 17 não há hipótese! Ai, ai... esta espera dá cabo de nós!  Esta mudança de tempo fez "acordar" as alergias, e hoje "atchim" tem sido a banda sonora do dia! Ainda o rapaz me nasce de um espirro!!!!!
Bem... e para descomprimir, a noite de filme de animação... afinal o Dé está de férias e é mais aquele tempinho que estamos todos juntos, na sala, sossegados e até houve pipocas! Ficou tão contente! Vimos um filme que ele tinha ali no quarto, mas que ainda não tínhamos visto, o "Arthur - A vingança de Maltazard", o segundo da saga dos Minimeus... mas não gostei do final... ficou inacabado! Que chatice!