sábado

Post egoísta

   Às vezes parece-me que estou só no mundo, que tenho um mundo só para mim, ou que estou completamente em órbita fora de um!!! Assim ponho-me a fingir (palavra bruta!), que é como se estivesse a imaginar, mas numa versão muito menos romântica e fantasiosa... depois de ser bombardeada constantemente com doses industrias da realidade, é difícil manter a leveza de um sorriso quando mais sê-lo sincero!
   Eu tento... palavra que sim, tento fazer o melhor que posso, que sei, e que não posso nem sei!!! Esforço-me por tentar agradar, ir de encontro às expectativas, satisfazer os egos, ser ouvinte, cúmplice, ser uma extremosa mãe e dona de casa, a parte da mulher está guardada, não sei o que fazer com ela!!! 
   Uma coisa que pode parecer estúpida para quem não entende.... eu preciso mesmo de ir arranjar o sobrolho, tirar uns pêlos das sobrancelhas, não o sou capaz de fazer sózinha, tenho medo de fazer asneira e então aí é que nem olho mesmo para o espelho... já deve ter saudades com certeza, o cabelo é lavar, pentear, um rabo de cavalo e está despachado, o lavar a cara e os dentes é o máximo de tempo que estou de frente para ele, e mesmo assim tem de ser a correr... 
   Tenho saudades de tomar banho... um banho mesmo, daqueles relaxantes, merecidos e energizantes, quero ter o direito às velas e à paragem do tempo... mas não!!! Vá lá um duche "num instante" e uma esfregadela no cabelo... que agora lhe dá para cair, as unhas começam a acusar falta de cálcio e os meus ossos devem de andar a conversar com elas. Um suplemento vitamínico não era mal pensado, mas antes de isso ainda tinha de se comprar o medicamento da tensão que se está a acabar... ah, e uma panela de pressão e uma forma para bolos...
   Sabem qual é o maior e fútil prazer que tenho neste momento? Bolachas Maria mergulhadas em leite com café durante a madrugada... Um pequeno vício, um escape, por assim dizer, que ainda me é permitido... ainda...
   Neste mundo, se fosse eu a mandar, ía mudar estes óculos... podia ser que visse as coisas de outra forma. Arranjava os dentes e talvez sorrisse mais, tendo ou não motivos... Talvez começasse a frequentar um ginásio para ficar em forma... e de bom humor. Comprava umas roupas novas e doava todas as que tenho agora, livrava-me das memórias que tenho delas e alimentava o meu ego, para variar. 
   E na mesma onda comprava sapatos, sabiam que só tenho um par de sabrinas dos chineses, 2 pares de ténis, 2 pares de chinelos de andar em casa e sandálias de tacão que não devo de usar nunca mais, e um par de pantufas em 2ª mão, pé ou whatever... fantástico, não é?! :-/ Se não fosse sonhar demasiado, gostava de arranjar emprego, mas daqueles que nos dão farda e calçado... curiosamente nunca dei por mim a pensar nisto, senão agora!
   Ouvir música, ver um filme, ler um livro... em paz e sossego... onde, quando e como!? Já agora, neste mundo de que vos escrevo, os almoços e jantares que sejam confeccionados por autênticos "chefs" e eu não tivesse sequer de entrar na cozinha, excepto por minha livre vontade e quando a inspiração me chamásse e só ela! Os pequenos almoços levados à cama e que incluíssem fruta fresca sem eu a ter de a descascar, torradas (pouco) barradas com manteiga e mel, sem côdea e ainda quentes, ovos mexidos com salsichas, leite com café na medida que eu gosto e sem ter de rectificar o adoçante... isso é que era!
  Sabem do que mais tenho saudades?! De dançar! Do principio ao fim do baile, sem parar a não se para beber água ou ir à casa de banho sem me cansar. De um belo passodoble ou de uma valsa, e rodar!!! Ahhh...

Já não escrevo mais... O meu mundo colapsou...

domingo

Por aqui, tudo bem...

... ou quase tudo, enfim... Mas as coisas MESMO importantes estão fixes! :-) O Gabriel já levou as vacinas dos 2 meses, já passa um bocadinho dos 4, 800kg e já gosta de conversar. Sorri para nós e para o candeeiro da sala que não tem nada de especial para nós, mas ele acha-lhe uma piada louca! Já dorme na cama dele há umas semanas e nem pode sonhar que tenha as mãos tapadas, o lençol vai logo pelo ar! O André é um mano orgulhoso, se o tivessem visto esta semana quando fomos a uma reunião na escola! De vez em quando rebela-se um bocadito, o que até é compreensível... isto de estar sempre em casa nas férias é muito aborrecido, temos que andar a inventar actividades para fazer em casa, é que está muito calor e a pele dele não gosta nada, além disso os nossos horários ainda dependem muito do horário do mais pequeno. Mas temos jogado ao UNO, ele pintou umas bases em madeira, vê filmes, joga no portátil e ajuda a fazer umas coisas em casa... tem que ser.

sexta-feira

Opá...


Depois da passagem de uma nuvem negra cá estou eu outra vez... 
Estamos todos bem, na medida do possível, a chave do euromilhões continua a ser muitíssimo bem-vinda, os preços podem baixar que eu não encontro incómodo algum, as comparticipações em medicamentos podem voltar a ser aplicadas que eu até aplaudo. Fixe mesmo seria o serviço público e respectivos orgãos (in)competentes funcionarem... serem minimamente fiéis ao que é suposto ou  pelo menos inspirarem outros (do mesmo) a perderem as facturas a pagamento como perdem documentos que, para mim, são importantes. Seria o máximo, podiam começar pela da electricidade, por exemplo... fica a dica e o desabafo. Pronto... sacudir o corpo, libertar a tensão e puxar o positivismo.
O Dé já está de férias e o Anjo Maior também tirou uns dias, é que toda a ajuda é bem vinda e aqui esta Mãe de vez em quando vai-se abaixo. Sorte que tenho esta família/mundo que me ampara, apoia e me dá forças, ânimo, alegria e sobretudo muito amor. Tento estar à altura... O pequenote tem estado impecável (4,770Kg e 57,5cm), mas ontem quando fomos à consulta dos 2 meses (faz amanhã) o rapaz deixou-se constipar "um bocadinho". Bem, na verdade ficámos os 4 assim... uma tossezita, pingo no nariz e uns atchins mais sonoros que outros. Por isso, a modos que estamos assim, meio chochos... Mas uns "litros" de soro e uma "carrada" de mimos resolvem! Ao contrário da linha de pensamento de algumas pessoas...

sábado

Take my breath away!!!

Acho que este é o melhor titulo para este post... ainda pensei em "N'há vagar", mas reconsiderei... :-) apesar do orgulho do regionalismo alentejano! Ora deixa ver se me consigo situar... é que depois do último post:

O Dia da Mãe foi, este ano, emocionalmente mais intenso, o que me deixa a "transbordar" de alegria! Existe Amor maior?! Houve passeio em família, o primeiro do Gabriel, que preferiu dormir a maior parte do tempo! Foi uma semana muito especial, os meus sogros e cunhados vieram "babar" o rebento mais novo e "fofinho" foi o adjectivo mais ouvido da boca dos primos! Deram-nos uma grande ajuda com o aniversário do Dé, agora já com 12 aninhos... como o tempo passa! Houve uma mini festa, ele emocionou-se e até chorou depois de soprar as velas, o importante para ele são as "pequenas" coisas... não liga a prendas mas à presença da família, aos detalhes do convívio, etc. Estou tão orgulhosa dele! Apesar da teimosia que lhe é própria e dos efeitos da entrada na adolescência... é um querido! É um mimo ver os irmãos juntos, a cuidado do mais velho e os olhares do mais novo, o Dé já ajudou no banho ao mano, hoje fez questão de trazer a banheira e arrumar tudo o necessário... e às 6h e pouco da manhã, ouviu o mano chorar e veio ter connosco à sala, o pequenote estava com uma cólica chata e ele veio dar um apoio e um carinho extra, e acredito que ajudou muito, enfim, é uma alegria! 

Esta semana tivemos consultas com ambos. O Dé foi à endócrinologista, rotina, aumentou um bocadinho de peso mas cresceu substancialmente, por isso até nem foi pior, saímos de lá com análises e nova consulta marcadas. O Gabriel fez um mês e já pesa 3,950 Kg, também está a crescer em bom :-) continua com a mama e suplemento. 
A parte do sem-fôlego... para quem possa pensar que eu não faço nada em todo o santo dia, deixam-me que vos diga que entre as pouquíssimas horas de sono, cuidar dos "crianços" e de tudo o que eles precisam, voltar a ser a Mulher do Anjo Maior,  o retomar as rédeas da lida da casa (que isto cá em casa não há empregados) o que por si só já é uma tarefa e tanto, tendo em conta a minha recuperação, que podia ser mais rápida... instantânea se pudesse escolher! 
Está tudo a voltar à normalidade, ou a tentar adaptar-se a esta nova... incluindo o meu corpo e a minhas emoções, e haja paciência! ;-) O estado zen não se mantém, as pequenas oscilações complicam tudo! Mas temos de ter calma... e fé que nos calhe o euromilhões, já agora... 
Na 5ª feira o Dé trouxe uma medalha ao pescoço, 3º lugar no regional de BOCCIA! E que vaidoso que está! Ora vejam.

Entretanto não estranhem a minha ausência no blog ou no facebook, não se admirem se não responder aos mails (ou aos telefonemas, porque nem sempre posso atender) ou se não visitar as vossas páginas. Assim como as visitas aqui em casa... tem tudo de ser muito bem planeado, estamos a tentar não quebrar as rotinas normais e respeitar o bem-estar de todos aqui em casa. Não estou chateada com ninguém, apenas agradeço a vossa compreensão!
Agora vou só colocar aqui umas fotos, publicar isto e... sacar das mamas, que o pequeno já mandou a mensagem, por telepatia ;-)

sexta-feira

Agora é ele que tem que trabalhar para a engorda...

   Já lá vão 18 dias desde os 3,700 Kg... depois do suplemento aumentou 110gr esta semana, mas não chega! O moço tem que aumentar mais um bocadinho, ainda não recuperou o peso que perdeu, actualmente ainda ronda os 3,5 Kg. Começou hoje a duplicar a dose do suplemento 3 vezes ao dia, continuar com a dosagem nas outras tomas e muita maminha, sempre e a toda a hora! Estamos imenso tempo nisto porque o pequeno anjo gosta de gozar, em pleno, as horas a que tem direito por refeição, e faz ele muito bem! :-)
  O outro anjinho mais velho teve ontem uma visita de estudo no âmbito da disciplina de Religião e Moral, veio todo contente mas completamente exausto! Temos andado de "candeias às avessas" com a matemática e apesar da insistência, ponderamos desde o meio do semestre, retê-lo neste ano lectivo... não o achamos preparado para um 7º ano. O discurso e a escrita também sofreram alguns revezes este ano, por tudo isso, e apesar dos resultados, repetir todo o processo será benéfico... 
  O Anjo Maior voltou ao trabalho e agora sou só eu... eu e pequenino! ;-) E tanto quanto o meu estado físico permite vou fazendo mais alguma coisita aqui em casa... tenho de compensar o Homem e dar-lhe algum descanso, que bem merece! 
  Dou por mim a tentar lembrar-me destes tempos do princípio, com o André... de vez em quando tenho uma epifania qualquer de uma ou outra situação marcante (do ponto de vista do desenvolvimento dele, ou do meu crescimento como Mãe) e das aprendizagens que cada uma deles me trouxe! Vivia para ele, exclusivamente... não me consigo lembrar, por exemplo, de almoçar ou jantar, da roupa que vestia ou do que fazia quando não me estava a ocupar dele, das terapias, e das leituras dos livros, folhetos, brochuras, folhetos e afins relacionados com ele! 
   A trissomia apoderou-se de nós nos primeiros tempos, e não devia ter sido assim... devia ter sabido antes, informar-me de como fazer tudo o que fiz e poder apreciar o meu filho como a recém Mãe que era, e mais nada... Desta vez consigo fazê-lo. Estou mais serena, com um passado de experiências que me fizeram crescer e estar mais segura de mim enquanto Mãe e Mulher... claro que o facto de estar desempregada também pesa bastante... pelo menos tenho mais tempo para os meus pilas! ;-p

segunda-feira

Oh yeah!!! ;-)

Agora estamos bem melhor...
O pequenote perdeu mais peso do que se previa, e andou aflito com as cólicas, não mamava bem e não dormia melhor... começámos a dar-lhe Colimil ao longo do dia e noite, e o Aero-Om quando a coisa se agravava, o pai encontrou uma posição em que o piolhito ficava confortável e conseguia expelir os gases que entretanto se acumulavam nos intestinos, as fraldas estavam quase sempre limpas e secas... ficámos preocupados e depois de consultados pelo médico e enfermeira da família passou a beber 30 ml de suplemento de Aptamil Confort depois da mama (que pega melhor, mas ainda assim tenho de usar os tais mamilos de silicone) e notamos que o apetite aumentou, as cólicas practicamente deixaram de existir, arrota bem e dorme que nem o anjinho que é! O umbigo secou e caiu na semana passada, adora o banho e fica muito alerta! O mano adora pegá-lo ao colo, dar-lhe os bons dias, boas tardes e boas noites como só ele o sabe fazer, é muito cuidadoso e tem miminhos inesgotáveis, como lhe é característico! :-) O papá tem sido excelente, e tenho de o gabar bastante, a sério! Sou a Mulher mais feliz do Mundo, tenho uma família fantástica e um Homem maravilhoso comigo, o grande apoio destas aventuras, a força que preciso, mesmo quando não sinto falta e o Pai que sonhei para os meus filhos!

Ah... e como excelente Mãe que sou, só uma notinha de rodapé... retirei os agrafos alternados em dois dias, depois disso colocaram-me steril-strips ao longo da costura porque os pontos não estavam a cicatrizar devidamente, continuo a usar a cinta que me proporciona um conforto extra, ainda assim não devo dobrar-me ou fazer nada de extraordinário para ver se isto fica em condições e recupero rápida e eficazmente, a tensão está na mesma... o que já não é pior! O Anjo Maior é que supervisiona a minha alimentação, para ver se o leite é da melhor qualidade e evitar a minha prisão de ventre, que foi uma grande chatice! Aproveitei este bocadinho que o moço está a dormir, mas parece-me que vou ter de ir comer alguma coisa antes que ele acorde!

Beijocas para o Mundo!

E ela voltou ao blog!

OLÁ MUNDO!!!!
Como já sabem, recebi o maior prémio, a maior graça que existe e finalmente tenho nos braços o Gabriel de um lado e o Dé do outro, os dois anjinhos cá da casa! ;-) Já sei que o Anjo Maior voltou ao Facebook e deixou lá "babadas" as fotos que tirou aos nossos pequenos, só ontem é que consegui ler os comentários fantásticos que lá escreveram, emocionei-me com tanto carinho, votos de saúde e apoio e para agradecer e satisfazer a vossa curiosidade cá vai:
Começando pelo princípio - o dia do parto - às 7:30h de 2ª feira, lá estávamos nós, ansiosos e expectantes para uma cesariana que iria por termo a uma gravidez que teimava em se prolongar... e esperámos... depois da admissão, do CTG (nem sinal de contracções, last chance...) e dos preparativos da praxe, fui para o bloco de partos para levar a epidural. E não é que a tensão baixou?! Fogo!!! Senti-me mal e a anestesia teve de ser administrada comigo deitada! Fiquei nervosa, não queria perder o nascimento do menino!!! Foi remédio santo! A tensão voltou a subir! Aguardámos que a equipa ficásse completa e a partir daí foi respirar fundo e manter a calma...
Levantaram-me a cabeça e baixaram o pano que me impedia de ver todo o procedimento... e vi!!! Vi e foi lindo! O Gabriel a ser retirado da minha barriga, chorou e fez-me chorar também! Uma óptima surpresa, lembram-se do stress em que eu andava por me terem dito (por avaliação das ecos) que era um bebé de baixo peso?! Pois... 3,700 Kg de gente não me pareceu um peso baixo e 51 cm também é dose! Fiquei tão feliz, mas tão FELIZ!!! Disseram-me que eram 11h50m, mas no boletim puseram 11h40m... enfim... nem dei importância a mais nada! :-)
Depois levaram-no para o limpar e avaliar, mas esteve sempre debaixo d'olho e o rapaz fez logo um cocó para a inauguração e depois de vestido presenteou a equipa médica e de enfermagem com um esticar do dedo do meio, a que todos acharam piada... tal não é a gracinha... e não foi a 1ª vez que aconteceu! O Gabriel esteve em cima do meu peito o resto do tempo, enquanto acabavam de tratar, agrafar e etc... Estivemos sempre juntos! O pai encontrou-se connosco no recobro e foi um momento arrebatador... sem palavras!
Passámos uns dias no hospital, fiquei agradavelmente surpreendida com a minha recuperação... UAU! E era para ter tido alta na 4ª feira, mas por causa do raio da tensão arterial alta, tivemos de lá passar mais um dia... só por causa disso, mas antes ficar do que ter de lá voltar!
O pequenote está fantástico, fez o rastreio auditivo, o teste do pezinho, levou as vacinas e o pediatra ficou satisfeito, deu-lhe alta e voltámos para casa na 5ª feira à tarde com o imperativo REPOUSO TOTAL da obstetra (foi a mesma que me atendeu quando fiquei internada na semana anterior). Ok, ok!
Nisso invejem-me se quiserem, mas tenho O MELHOR Homem ao meu lado!
E o Dé? Mais uma vez me faltam as palavras, é delicioso vê-los juntos, o olhar embevecido do Dé diz tudo! É tão bom sentir o AMOR nesta casa, assim... dominante, ensurdecedor e em estado puro!


Quando tiver mais uns minutos volto, é que este post foi escrito, compreensivelmente, às prestações... ;-)

domingo

É oficial!

Estamos nas 41 semanas, e de amanhã não passa! 
Ainda vou a tempo de um cházito e umas torradinhas, depois disso só jejum! Amanhã às 8h lá estaremos! O pai renovou o stock de tabaco para queimar os últimos (malditos!) cigarros amanhã enquanto espera, depois ele diz que não volta a fumar... a ver vamos, eu acredito e faço figas! Eu estive a esterilizar as chuchas que o mano escolheu, para o caso de serem necessárias... não sou grande adepta do uso delas em recém-nascidos, mas pronto, também não pesam no saco! E o mano fica contente à mesma! 
Ele foi deitar-se agora, aliás, já dorme! Está eufórico e só pensa que quando sair das aulas já vai poder conhecer o mano... e o mais novo anda aqui aos pontapés à mesma, nem parece que sabe às quantas andamos! Tenho feito o repouso que o médico recomendou, e hoje até tive uma baixa de tensão, nada habitual! Mas tudo bem! 
Só um bo-ca-di-nho impaciente... coisa pouca ;-) Agradeço a todos(as) pelo apoio, carinho, mensagens de boa sorte e por todos os miminhos que me têm dado, especialmente nestes últimos tempos! 

Uma beijoca bem grande!
E agora vou então ao tal chá...

sexta-feira

Sentiram a minha falta?!

Digam lá a verdade, vá... Não tenho andado por aqui, estive no hospital...
A tensão estava demasiado alta, e não havia meio de a baixar, passei a tarde de 4ª feira assim, e nem a medicação parecia resultar, nem os exercícios respiratórios, nem o chá... surgiram as dores de cabeça, mais ou menos fortes...
Nessa noite dei entrada nas urgências, subi à obstetrícia, fiz análises, CTG e o o tal "toque". O Homem teve de levar as malas para cima, a partir daí estávamos perante a dúvida do trabalho de parto... e até à hora de almoço de ontem, estive internada para vigilância numa sala perto do bloco de partos, a análise acusou uma infecção urinária, e apesar de não acusar qualquer contracção no CTG, eu já tinha 1 dedo de dilatação, a terapêutica incluiu antibiótico e um medicamento para baixar a tensão, intravenoso, e estive em jejum (desde as 22h de 4ªfeira), para o caso de ter de se fazer a cesariana antes do previsto.
Fui depois para o internamento na ala da ginecologia obstétrica, depois de almoçar e fazer novo CTG... ainda fiz outro antes de dormir. O rapaz mexe-se muito e não gosta daquilo nem por nada, apesar de estar maior, parece que anda muito à vontade cá dentro e fugia do alcance do sensor, outras vezes dava com cada pontapé (ou murro) que aquilo até saía do sítio! Não foram poucas as vezes que as enfermeiras lá íam corrigir aquilo e só quando eu ficava a segurar o sensor de mão aberta é que o moço deixava fazer aquilo! Senti uma dorzinha incómoda, coisa pouca, na barriga e o rolhão de muco tem andado a sair... muito pouquinho. O que é normal, já viram às quantas andamos?! Está na hora!!!  Mas nada de desenvolvimentos no sentido do trabalho de parto...
À noite era um desassossego e não dormi grande coisa, o rapaz devia estar a estranhar aquilo tudo e esteve sempre em grande actividade... se bem que às tantas já estávamos ambos tão cansados que acabámos por adormecer. Hoje de manhã, estava mentalizada que só já saía dali depois de ter o bebé, e estive sempre calminha, bem disposta, tive as visitas do Anjo Maior, do Dé e da minha mãe, não me faltou nada e estava confortável. Tomei um duche, entretive-me a fazer uns Sudokus e esperei pela visita do médico.
Para minha surpresa, o dr. perguntou-me o que eu achava de vir passar o fim de semana a casa e dispensar aquele foco de infecções (eram mais as grávidas patológicas do que as mamãs que tinham tido bebés), sob condição de repouso absoluto, muita água e medicação (inclui antibiótico), como a tensão já tinha valores aceitáveis e perante aquela opinião que me pareceu bastante razoável, eu achei a ideia óptima e já vim almoçar a casa!
A ansiedade do Anjo Maior levou-o a deixar a casa num brilho! O Homem teve que se manter ocupado e foi o que fez, além disso quis que a nossa recepção fosse a melhor! O Dé teve uma surpresa quando chegou, mas claro que perguntou logo pelo mano! A conversa dele junto à barriga tenta convencer o mais novo a vir cá para fora!
Depois deste imprevisto, e se não houver mais surpresas, na 2º feira lá estaremos, às 8h da manhã, de malas prontas para ficar e dar lugar à cesariana.

Tinha saudades do ninho! :-) E agora temos que actualizar o stock de miminhos!

quarta-feira

Depois do CTG

Ontem já estava tão cansada que ao menos dormi melhor, só acordei uma vez e voltei a adormecer sem dificuldade alguma!... E as 40 semanas ficaram completas no sábado...

 Ontem, às 8,30h já estava no corredor do piso da maternidade, à espera de fazer o CTG... que fui fazer já depois das 10h, mas estive calminha, levei um lanche (mulher prevenida!) e tive os telemóveis desligados o tempo todo, para bem da minha tensão arterial, que tem andado "mais parva que o habitual" e com isto quero dizer mais alta! Depois voltei a ficar à espera que um dos médicos acabasse a cesariana, para me consultar, isto porque a médica que me foi atribuída pelo hospital, entrou de férias... Enfim, ainda de lá saí antes de almoço, e à tarde, na preparação para o parto, falei com a enfermeira, mostrei-lhe o exame e contei-lhe como correu a consulta (toque, eco, etc).
Não existem sinais de contracções, o bebé está bem, mas não gostou de fazer o ctg, estando eu de barriga para cima... dava com cada pontapé! Apesar de actualmente, já ter recuperado o peso (estou como estava antes de engravidar) o bebé não deve ter aumentado assim tanto. A indução do parto estava marcada para 3ª feira que vem, mas tendo em conta a subida de tensão arterial, o obstetra acha perigoso fazê-la nessas condições após a 41ª semana (faz domingo) e por isso, se não nascer entretanto por via natural, tenho de fazer um jejum e estar na 2ª feira (dia 16) às 8h da manhã no piso para uma cesariana! 
Claro que se a tensão teimar em estar alta, tiver qualquer sinal de parto, sentir alguma alteração nos movimentos do bebé ou algum incómodo de maior, é ir directamente para as urgências... e REPOUSO TOTAL!!! Mais ainda?!?

Ok... ontem ainda foi preciso ir a uma reunião na escola e hoje teria outra... mas já está tudo tratado por telemóvel, e depois desta manhã ir acabando com a bateria, já está tudo tratado e agora sim... posso repousar!

Vou mas é almoçar...

sábado

Novidades... novidades...



... só no outro lado, já dizia o anúncio...
 
O tempo não passa, ou antes... demora a passar! Reparo que aqui na aplicação que tenho no blog, a contagem decrescente já vai no "1 day to go" e embora saiba que as 40 semanas são apenas uma referência, é um facto que fico algo ansiosa por rever na livro da grávida e nos exames que fiz, a "data provável para o parto". Bolas, porque não é como antigamente?! Ansiava-se pelo mês e pronto! 
Assim, dou por mim a contar as semanas e o Dé até andava a contar os dias, com calma lá lhe tenho explicado que pode não ser dia 8 (amanhã!!!), mas que no máximo dia 17 esta cá fora... para ele a espera é algo abstracto no que trata a longos períodos de tempo... mesmo tratando-se de 1 ou 2 semanitas, para ele, no caso, é muito!... E para nós também começa a ser! 
Mas a parte melhor desta espera é mesmo receber os mimos, atenções e apoio destes últimos dias que antecedem o parto, sabe tão bem! Por um lado conforta-me, deixa-me muito feliz e sinto-me segura, por outro... aumenta um bocadinho a ansiedade e até há quem esteja a stressar a uma escala muito maior! 
Ouço coisas do género, "não podes estar sozinha em casa", "e se te acontece alguma coisa... e não consegues chegar à porta da rua para chamar alguém... ou ao telemóvel...", "e não deixes acabar as baterias dos telemóveis", "não convém andares por aí a conduzir", "não andes muito tempo de pé", "não feches a porta da casa de banho", "não estejas muito tempo ao fogão"...
Ok, eu até ando com os telemóveis no bolso do casaco, não o tiro nem para ir à casa de banho, só conduzo quando estritamente necessário para ir ao médico (por exemplo), de vez em quando lá venho esticar as pernas para o sofá e até ponho um almofadão debaixo delas para as elevar, bebo mais água (como recomendado) e controlo a tensão, vou ao wc a toda a hora, ultimamente nem tenho estado sozinha em casa, afinal  o Dé tem estado de férias e tem sido incansável, o Anjo Maior também só sai de casa para ir trabalhar (até vem almoçar a casa e estamos sempre em contacto) e... AAAAhhhhh............ não me stressem! FOGO!!!
Dá vontade de gritar: "Se sabia o que fazer aos 18, não hei-se saber o que fazer aos 30?!" 
Mas na verdade, tenho as minhas reservas em relação a essa frase... tem sido tudo tão diferente. Sem referir se melhor, pior, com mais ou menos disto ou daquilo... simplesmente diferente... porque EU estou diferente, principalmente! Mas claro, o grande TUDO que me rodeia também! 
Mas não exagerem, por favor!

quinta-feira

Chegámos à Páscoa!

Bom dia e uma feliz Páscoa a todos(as)! 
Não abusem das amêndoas e ovos de chocolate, mas se puderem não prescindam deles! Faz parte! Nunca percebi bem a ideia do coelho da páscoa e os ovos de chocolate, o que é uma coisa tem a ver com a outra, se alguém souber que me explique! Os coelhos não põem ovos e muito menos de chocolate... Os pintos são mais queridos, fofinhos e tal (ok, aqui a malta do brasil vai rir...) e acho-lhes mais piada que os coelhos! É que nem imaginam a confusão que isto me fazia quando era pequenita, mas quando começava a receber os ovos de chocolate com surpresa, depressa esquecia isso tudo!  E as amêndoas?! Hummm... o meu avô costumava oferecer-me um cestinho com amêndoas decoradas com açúcar, eram as que duravam mais tempo... tinha até pena de as comer, tão lindas!  Já as de chocolate.... eram as primeiras! Apesar disso, as melhores lembranças que tenho da Páscoa, são as idas ao campo para comer o borrego, aquilo é que era! Para mim ainda era melhor que o Natal! Era uma excursão de família (que na altura era bem maior), uma data de carros carregadíssimos até ao local, que diferia a cada ano, cada um levava a sua parte, mas aquilo funcionava na perfeição, nunca faltava nada! As crianças eram isso mesmo... crianças, e brincávamos "à vontade", subíamos às rochas e às árvores, pescávamos nas barragens, corríamos à nossa vontade, de ramos e pedras inventávamos brincadeiras, se nos lembrássemos lá íamos buscar as cordas e os elásticos, e dos pratos de piquenique fazíamos discos voadores! Sentados no chão comíamos, todos reunidos, a melhor refeição de todas, com o gosto do campo! Aquele ar, todos os aromas... era maravilhoso! Não haviam telemóveis a tocar, os relógios saiam dos pulsos mal começava a azáfama, e os adultos voltavam a ser crianças depois daquela "trabalheira" toda, tinham tempo para nós e para eles... recarregavam as energias. Tivemos tanta sorte! 
E andava numa de memórias, quando dei por mim a pensar que em Setembro passado, quando a gravidez foi confirmada, nos pusemos a fazer contas e que com o passar do tempo, os pareceres médicos apontavam a data do parto para este fim de semana... quer-me cá parecer que vai passar... o teimosinho mais novo deve trocar as voltas ao pessoal, que anda todo ansioso a querer conhecê-lo. E daí... não  sei... a tensão tem tido uns picos mais altos e deixa-nos preocupados! Ontem fui à USF, mas mas valia ter ficado em casa! Solicitei na inscrição, uma consulta aberta com o médico de serviço e revelei as minhas queixas e receios, a administrativa falou com a enfermeira, que me chamou ao gabinete, falou comigo e (à 3ª ou 4ª tentativa, quando conseguiu atinar com o estetoscópio, o aparelho da tensão e com o silêncio imposto à sra. da limpeza com um sonoro "SHHH!") disse-me que a tensão estava boa, fui urinar para o copo, estava tudo bem (não tinha proteínas nem sangue) e encaminhou-me para a sala de tratamentos para voltar a medir a tensão daí a 10 minutos... que se transformaram em 2 horas e meia... abreviando a coisa... só chegou uma médica ao pé de mim para me mandar embora, não voltei a medir a tensão, apesar do nervosismo inevitável da espera já se ter instalado sem nunca ter feito barulho!!! Apenas porque sei que a adrenalina dispara e a tensão aí sobe mesmo!!! Não falto com a educação e naquele momento só penso em sair dali! E foi o que fiz! 
Em casa vou tentando manter a calma, estar serena, beber água e chá, andar distraída, descansar e dormir em paz, conto os movimentos do bebé, estou atenta a qualquer alteração minha ou dele, meço a tensão e aponto os valores... se voltar a ter valores altos, vou directamente às urgências com a tralha toda (a minha mala, o saco do bebé e a pasta onde tenho todos os exames e apontamentos relacionados com esta gravidez, cronologicamente organizados por separadores)... isto porque se a tensão se mantiver alta, e depois de fazer CTG, pode ser necessário provocar o parto para evitar o risco de (pré-)eclâmpsia, por isso mais vale jogar pelo seguro, estar preparada e... respirar fundo!

segunda-feira

Já estamos nas 39 semanas... ainda ando "rija"! Mas não sei se foi de andar nas limpezas ontem que hoje me sinto assim... a modos que não sei como, incomodada será a palavra certa! A tensão tem andado mais baixa (leia-se normal!) mas esta manhã subiu um bocadito, depois de tomar um duche a ansiedade acalmou e a tensão regulou. A ansiedade dos últimos deve-se aos movimentos do pequenote... deve gostar de dormir e só começa a mexer a meio da manhã, mas à medida que se aproxima a hora do almoço, durante a tarde e especialmente à noite, os movimentos intensificam-se. Eu é que ando algo instável e tão depressa choro, como estou a rir, como me dá para me irritar com qualquer coisita... Ontem, numa conversa com o Anjo Maior, disse-lhe que desconfiava que o moço deve gostar tanto de aqui estar, que só deve sair na data limite, afinal de contas as 40 semanas são uma referência! Os tais 10 dias depois é que eu considero a "última da hora"... e dia 17 não há hipótese! Ai, ai... esta espera dá cabo de nós!  Esta mudança de tempo fez "acordar" as alergias, e hoje "atchim" tem sido a banda sonora do dia! Ainda o rapaz me nasce de um espirro!!!!!
Bem... e para descomprimir, a noite de filme de animação... afinal o Dé está de férias e é mais aquele tempinho que estamos todos juntos, na sala, sossegados e até houve pipocas! Ficou tão contente! Vimos um filme que ele tinha ali no quarto, mas que ainda não tínhamos visto, o "Arthur - A vingança de Maltazard", o segundo da saga dos Minimeus... mas não gostei do final... ficou inacabado! Que chatice!

quarta-feira

Já está um homem!!!

O rapaz está "naquela" fase e a mãe galinha segura o instinto de o mimar 24 horas por dia e por aí adiante... o moço está mais comedido nesse campo e até se esquiva às vezes, acreditam nisto?! 
Ok, eu respeito... e faz parte do seu desenvolvimento, incentivo a autonomia e tal... mas aqui entre nós... custa um bocadito ver o pinto empoleirar-se sozinho, mas enquanto não cantar de galo... está tudo bem! :-) Esta semana lembrámos-nos de fazer um bolo de bolacha, porque ao papá apetecia-lhe doces... o mais velho não se faz rogado e acho que o mais novo também não diz que não. 
Resultado... o bolo ainda resiste no frigorífico, mas quase nos finalmentes...  
 E hoje, depois do jantar, como rapaz crescido que já é... foi lavar a loiça!  E tínhamos de tirar umas fotos, claro! Olhem bem para aquela expressão de orgulho... e não viram vocês a nossa! Babas à parte, estamos mesmo felizes com estes feitos! E se o vissem a limpar o pó no fim de semana! Muito aprumadinho! :-)
Além disso, este sorriso afasta qualquer sombra que teime em pairar por aqui! E faz-nos tão bem!
Esta semana fui a mais uma consulta e levei-o comigo, adorou ouvir o coração do mano e acho piada à comparação com o galope de um cavalo! Foi tão giro! Acompanha-me sempre que é possível, e agora que está de férias tem ajudado muito mais em casa, está constantemente a recomendar-me o descanso que o médico referiu, e até me lembra de beber água, o que é óptimo, porque assim bebemos os dois (os três) que a ele também lhe faz falta! Lembra-se da medicação de ambos... enfim... está um homem! Conversa muito com o mano e lá vai partilhando os seus planos para ambos: passear, ir beber café, levá-lo à escola para conhecer os amigos...

sexta-feira

Tempo...

"O tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que tem medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam, o tempo é eterno."

de William Shakespeare 

Hoje dei por mim a pensar nisto... cada dia, uma pancada diferente, e se me pusesse para aqui a divagar sobre o assunto... isto dava pano para mangas porque só esta semana foi assim:

Na segunda-feira foi o Dia do Pai, pensei no efeito que o tempo teve para consolidar esta relação maravilhosa da qual sou testemunha, que me deixa muito feliz e embevecida ao admirá-la. Logo cedo, o Dé foi entregar uma prenda, feita por ele, ao Anjo Maior acordado de uma noite muito mal dormida, mas isso não impediu nenhum deles dos carinhos tão próprios de Pai e Filho e o tempo exclusivo dos dois foi depois do jantar... sem a Mãe Galinha por perto...
Dei por mim a recordar um tempo muito distante em que a presença do meu pai e do meu avô eram uma certeza ao fim do dia...

Na terça-feira o Anjo Maior fez-me uma surpresa linda! Foi ter comigo à aula de preparação para o parto, foi dia de ginástica e exercícios respiratórios! Enquanto os outros pais estavam lá sentadinhos nas cadeiras à porta a olhar para as senhoras nos colchões, ele entra e foi direito a mim, sentou-se no chão e esteve ali, pertinho! Fiquei comovida, óbvio!!!

Na quarta-feira foi o Dia Internacional da Trissomia 21 / Síndrome de Down e como o tempo fez toda a diferença!!! Quase 12 anos de aprendizagem, de desafios, de luta, de informação sobre tudo e mais alguma coisa (e ainda continua...), de imaginação, de descoberta, de crescimento, de responsabilidade, de trabalho, de reconhecimento, de humildade, de perseverança mas sobretudo de muito, muito Amor incondicional que tornou todos os obstáculos apenas riscos na pintura... as mossas foram-se! 
Foi também dia da última consulta com a obstetra do hospital... e agora acho o tempo demasiado rápido! A tensão estava ligeiramente alta, FINALMENTE aumentei de peso (não sei se eu se ele!) e a barriga está enorme! O bebé está bem, ligeiramente maior, ainda assim abaixo do percentil que é suposto, mas como nós não somos perfeitos, não temos esse tipo de expectativas! Além disso, o parto será (supostamente) mais fácil, a previsão é entre 7 a 10 de Abril, saí de lá com o CTG marcado para dia 10 e se não nascer até dia 17, devo apresentar-me na maternidade às 8h da manhã para o rapaz sair daqui...
Fomos jantar fora, nós os 3 (aliás, os 4)... nem me lembro da última vez que o fizemos, mas soube-nos muito bem! Não sei daqui a quanto tempo vamos poder repetir...

Ontem foi dia de compras, felizmente podemos encher a dispensa, o frigorífico e o depósito do combustível  para estarmos abastecidos para os tempos que se aproximam, mais vale estar prevenidos... e apesar de usar todos os descontos e vales, os preços estão altos... e apesar do esforço hercúleo do Anjo Maior, de vez em quando sinto-me... mal, desconfortável... quero contribuir para o orçamento da casa, mas actualmente não dá! Ele apoia-me incondicionalmente... E ainda me ofereceu uma rosa linda, para eu parar de dizer disparates... funcionou!!!

E hoje... bem, hoje é sexta-feira! :-)

domingo

Sabemos que...


... vai (continuar a) ser um excelente pai quando o seu sorriso ilumina a casa toda enquanto faz aparecer um helicóptero ou um barco em legos da idade dele! Fiquei tão emocionada!!!!!!!! É lindo de se ver!
Ah... e o jantar... amor, estava divinal!!! ;-)

quarta-feira

Ela aí está!

Já andávamos à uns tempos para tirar fotos, e assim, num de repente, o Anjo Maior foi buscar a máquina e voilá! Já estamos com 36 semanas e meia os miminhos multiplicam-se diariamente. Vivemos um turbilhão de emoções e não é fácil gerir isto! São só coisas boas mas são TÃO boas... Não é que me esteja a queixar nem nada do género, claro que não!!! E da mesma forma que sinto em mim, também vejo no Dé e no ansioso do papá! A união da nossa família tem sido algo de fantástico! Ahhh... o Amor é lindo!!! 
Entretanto casámos... pelo facebook, LOL!!! O que não é de estranhar, quase todas as etapas da nossa relação foram precedidas pelo sentimento e pelas palavras e declaradas via telemóvel ou on-line, modernices! Depois "ao vivo e a cores", assim, de carne e osso! :-) Desde o momento em que nos conhecemos até à partilha da notícia da nossa gravidez... E porque não?!
Ontem fui a mais uma aula da preparação para o parto, gosto mesmo daquilo! Venho de lá com uma energia renovada, mais segura e esclarecida e a partilha de experiências e dúvidas são sem dúvida momentos muito especiais! No fim fui falar com a enfermeira e ansiava pesar-me, para ver se já tinha ganho, nem que fosse meio quilito... mas nada! Estou exactamente com o mesmo peso de sempre, não aumentei nada!!! Entretanto o menino ontem esteve sempre muito mexido, e até está a dar sinal agora :-) E eu a pensar que esta semana que passei a "trabalhar para a engorda" ía dar nalguma coisa...
No domingo o Anjo Maior propôs-me uma experiência, sobre algo que já tínhamos conversado antes... ligou os head phones ao portátil e pôs o bebé a ouvir Andrea Bocelli - Sogno... e foi mágico! :-) Mexeu-se compassadamente e deu-nos a sensação que gostou, a barriga movia-se devagar e foi lindo, lindo! Já quando ouve Queen acontece o mesmo... tem bom gosto musical! ;-) 
Anda tudo ansioso que o rapaz saia cá para fora, só eu é que não tenho pressa... nenhuma! Só quero que eles cresça, engorde, seja saudável e que saiba que que o amamos muito, agora a hora H... é quando ele quiser, e nós cá o esperamos! As malas estão prontas e acho que está tudo preparado, dentro do possível para quando for a altura. O mano já conta os dias até à data prevista, o pai está convencido que vem antes, e eu... bem, eu aguardo, calmamente e a apreciar cada segundo!


sexta-feira

Bactérias...

Ontem à tarde, o Dé de "molho" na banheira, pega no puff e enquanto tomava o seu banho, diz num tom muito conciso e de sobrolho franzido:

-"Vou-te apanhar, sua... bactéria!"

LOL... e seguiram-se outras do género salientando a palavra bactéria e a entoação do "C"!!! 

Tive de rir, pois claro!

terça-feira

Fui hoje à consulta

... e o Anjo Maior foi comigo.
O bebé mexe bem e está tudo ok com ele, mas fiquei um bocado sentida... ele é pequenino, está ligeiramente abaixo do percentil e o facto de eu não aumentar de peso (até agora tenho andado só a perder... desde o inicio a gravidez já se foram pelo menos 2 kilos, e se tivermos em conta o peso do bebé, mais o liquido, placenta, etc... já foram mais) e não tenho feito nada de especial que contribua para essa perda... 
Não consigo evitar de me sentir responsável, pois mesmo estando em casa desempregada, tenho coisas para fazer em casa (e se juntarmos o estado emocional resultante do que temos passado nos últimos meses, não é de surpreender- Recomendaram-me muito repouso (inclusive dormir) e algum ganho de peso nestas semanas, para ver se o pequenote engorda... e eu... já que no outro dia, depois de apertar o soutien, em frente ao espelho vi nitidamente o relevo dos ossos da minha caixa torácica... assustei-me um bocado e fiquei impressionada. 
 Também não tenho dormido nada de jeito e o que sonho faz-me desejar acordar, bolas!!! Ao menos a tensão arterial tem estado estável nos 120/80... 120/75... por aí. As análises também estavam bem e todos os parâmetros de avaliação também. Hoje o piriquito mais novo voltou a fugir quando o dr. tentava ouvir os batimentos cardíacos, apesar do espaço estar a ficar mais apertado, o rapaz lá arranja forma de brincar com isto tudo! 
E pronto, agora estou aqui "de papo para o ar" literalmente a trabalhar para a engorda! Nunca pensei dizer/escrever isto algum dia! Sempre tive excesso de peso e agora tenho de arranjar forma de engordar...

sexta-feira

Andamos tão cansados...

Fomos fazer a ecografia do 3º trimestre à Fetus Vitae e levámos a madrinha, mas o rapaz não deixa "fotografar" a cara, em vez disso oferece-nos uma vista pormenorizada dos genitais... mas que feitiozinho, hã?! Desde a semana passada (quando fizemos a eco no hospital) aumentou de peso... já vai nos 2,455 Kg e a crescer. Que bênção! Publicidade à parte, aqui por casa (e no carro) ouve-se a M80 e algumas músicas mais actuais... damos por nós a perguntar que tipo de música que irá ele ouvir, daqui a 10, 20, 30 anos... até lá espero que lhe agrade o nosso gosto também. O meu gosto foi sem dúvida influenciado por o que os meus pais ouviam!
Têm sido uns dias esgotantes, e as noites são tão curtas... mas ânimo... lá nos vamos tentando levantar a cada tombo e para contrariar a inercia, há que manter a actividade, ir mexendo e manter a cabeça ocupada! Entre arrumações (por causa da mudança da minha avó) e últimos preparativos para a hora H... que se aproxima... agora parece que mais rápido... Esta semana levei o Dé à consulta com o cirurgião, para a revisão da operação de Janeiro, e está a correr tudo bem, a cicatrização está a andar e tudo com bom aspecto. Depois levei-o à escola, anda todo animado com a galinha de barro e o carrinho de madeira que por lá tem estado a fazer. Só fala no mano, e lembra-nos que está quase... O super-homem foi atacado pela criptonite... ou antes uma gastroentrite! Às 5 e pouco da manhã lá fomos a caminho do hospital, e ficou 2 dias em casa, hoje voltou ao trabalho, tem uma ética e vontade invejável! Também já está melhor... felizmente!

ÚLTIMA HORA: Acabei de saber que a minha bisavó foi levada para as urgências... oh céus... :-(